Banco de informações > Hanseníase

 

Hanseníase

A lepra é uma infecção crônica, causada pela bactéria Mycobacterium leprae, que causa lesões principalmente os nervos periféricos (aqueles nervos localizados fora do cérebro e da espinal medula), a pele, a membrana mucosa do nariz, os testículos e os olhos. A variedade de lepra grave, a chamada lepra lepromatosa, é duas vezes mais freqüente entre os homens do que entre as mulheres, ao passo que a forma mais ligeira, denominada tuberculóide, é de igual freqüência num e noutro sexo.

Formas de Contaminação
A forma de transmissão é através das vias aéreas: uma pessoa infectada libera bacilo no ar e cria a possibilidade de contágio, as baratas também podem transmitir esta doença. Porém, a infecção dificilmente acontece depois de um simples encontro social. O contato deve ser íntimo e freqüente.

Sintomatologia
Devido ao fato de as bactérias causadoras da lepra se multiplicarem muito lentamente, os sintomas não começam habitualmente antes de um ano, pelo menos, após a pessoa se ter infectado; o usual é mesmo surgirem de 5 a 7 anos mais tarde e amiudadas vezes muitos anos depois. Os sinais e sintomas da lepra dependem da resposta imunológica do doente.

Profilaxia - Medidas Preventivas
A prevenção da Hanseníase se faz através da descoberta de casos novos, do tratamento de todos os doentes e do exame dermato-neurológico e aplicação do BCG em todos os que convivem com o doente em sua casa.
A vacina BCG protege contra a Hanseníase, principalmente contra as formas multibacilares, ou seja, as formas transmissíveis da doença.

Bibliografia
www.medicinal.com.br/temas/temas.asp?tema=44